Alan Rickman alan rickman

 

alan rickman
Reprodução: Wikipédia – Alan Rickman em 2011

O mundo acordou hoje com a trágica notícia de que Alan Rickman morreu aos 69 anos, vítima de câncer. Alan Rickman atuou em grandes filmes como a saga “Harry Potter”, “Duro de Matar” (1988), “Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões” (1991) e “Sweeney Todd” (2007), entre outros.

Severo Snape foi seu personagem mais conhecido, que esteve na prolongada saga Harry Potter. Reconhecido por sua voz profunda, o ator ficou famoso internacionalmente em 1988 ao interpretar o vilão Hans Gruber em “Duro de Matar”.

Rickman ganhou o Globo de Ouro e o Emmy de melhor ator em minissérie por “Rasputin”, em 1997. Por “Robin Hood”, levou o Bafta de ator coadjuvante.

Ele também dirigiu dois filmes: “Momento de afeto” (1997) e “Um pouco de caos” (2014), estrelado por Kate Winslet.

O ator deixa dois trabalhos inéditos, que estreiam neste ano. Fez a voz da lagarta em “Alice através dos espelhos” e atuou em “Eye in the sky”, um filme sobre um piloto de drone, no qual trabalhou junto com Helen Mirren e Aaron Paul.

Alan Rickman interpreta Snape em 'Harry Potter e a Ordem da Fênix' (2007) (Foto: Divulgação/Warner) alan rickman
Alan Rickman interpreta Snape em ‘Harry Potter e a Ordem da Fênix’ (2007) (Foto: Divulgação/Warner)

No ano passado, o britânico revelou que tinha se casado com sua namorada do tempo de colégio, Rima Horton, após 50 anos de convivência.

Nascido em 21 de fevereiro de 1946 no bairro londrino de Hammersmith, Rickman é conhecido por trabalhos notáveis em filmes como “Razão e Sensibilidade” (1995) ou “Um Romance de Outro Mundo” (1990).

Seu interesse pela arte dramática começou quando estudava no prestigiado colégio Latymer School de Londres, onde participou de várias produções escolares.

Rickman estudou na Real Academia de Arte Dramática de Londres, na qual foi aceito após interpretar uma passagem de Ricardo III, do dramaturgo inglês William Shakespeare.

A partir de então, iniciou uma brilhante carreira como ator. No teatro, ficou famoso com “As Amizades Perigosas”, uma novela de Pierre Choderlos de Laclos, adaptada por Christopher Hampton e dirigida por Howard Davies.

FONTE: G1