Apophis não atingirá a Terra, por enquanto.

Pesquisadores da Agência Espacial Americana, Nasa, deram um verdadeiro banho de água fria nas tentativas recentes de se criar uma nova data fatídica para o fim do mundo. Utilizando dados recentes, os cientistas concluíram que as chances do asteroide Apophis se chocar com a Terra são agora muito remotas. Ufa!

Asteroide Apophis cientistas descartam impacto do asteroide apophis em 2036
Imagem: Reprodução/Nasa

Descoberto em 19 de junho de 2004, Apophis ganhou rapidamente a atenção dos cientistas e do público em geral. E não é para menos. A rocha tem cerca de quatro vezes o tamanho de um campo de futebol e os cálculos iniciais indicavam que existiam 2.7% de possibilidades de impacto durante a aproximação prevista para o ano de 2029 e grande chance para o rasante que ocorrerá em 2036.

Algum tempo depois, após extensiva reanálise de dados a previsão de impacto para 2029 foi descartada, mas as chances de que Apophis poderia se chocar contra a Terra em 2036 estava mantida, o que fez de Apophis um dos objetos mais perigosos de todos os tempos a ameaçar realmente o nosso planeta.

Recentemente, utilizando dados de telescópios óticos e radioastronomia do Sistema Solar, pesquisadores do Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa, JPL, refizeram os cálculos e concluíram que as chances de Apophis se chocar contra a Terra em 2036 são mínimas e descartaram essa possibilidade.

“Com os novos dados coletados pelos observatórios ópticos de Monte Madalena, no Novo México e Pan-Starrs, no Havaí, além de dados do Goldstone Solar System Radar nós verificamos que a chance de impacto é agora muito menor que aquela calculada anteriormente e não passa de 1 em 1 milhão”, disse Don Yeomans, chefe do programa NEO de Objetos Próximos à Terra, do JPL.

Asteroides próximos

Mesmo com o risco impacto estar descartado, a aproximação de 13 de abril de 2029 será um verdadeiro show no espaço, pois pela primeira vez na história um asteroide conhecido e das dimensões de Apophis passará tão perto da Terra. Os cálculos mostram que essa imensa rocha cruzará a órbita do nosso planeta a apenas 31.300 km de altitude.

Apesar desse rasante ser realmente histórico, até 2029 ou 2036 aproximações muito mais perigosas acontecerão diversas vezes.

Um delas é a do asteroide 2012 DA14, de 40 metros de comprimento, que em 15 de fevereiro de 2013 passará a apenas 27 mil quilômetros da Terra. Estão preparados?