O mais novo smartphone da Samsung, o Galaxy Note 7, está proibido em voos de três companhias aéreas da Austrália.

As companhias aéreas Qantar, Virgin e Jetstar vetaram a entrada de pessoas com o Galaxy Note 7 em atividade a bordo, para a segurança dos dos passageiros e do voo.

“Seguindo o recall da Samsung na Austrália do Galaxy Note 7, nós estamos solicitando que passageiros que possuam um não o liguem ou o recarreguem enquanto estiverem a bordo”, afirmou um porta-voz da Qantas, grupo proprietário da Jetstar.

Relatos de explosões com o Galaxy Note 7

A Samsung anunciou na última semana, o recall emergencial de aproximadamente 2 milhões de unidades do Galaxy Note 7 por um problema na bateria dos aparelhos, que faz com que o componente ‘exploda’, causando risco aos donos dos aparelhos.

Segundo a Samsung, nas últimas semanas, foram recebidos cerca de 35 relatos sobre explosões com os aparelhos, fazendo que com a empresa iniciasse o recall das unidades em todos os 10 países disponíveis. Na Austrália, cerca de 51 mil aparelhos são alvos de recall pela Sul-Coreana.

Com o recall a empresa espera perder cerca de US$ 1 bilhão.

Galaxy Note 7 no Brasil

O aparelho ainda não havia sido lançado no Brasil e era cotado para este mês de Setembro, mas de acordo com a Samsung, atrasos poderão ocorrer no lançamento do smartphone em outros países e no Brasil, devido ao recall do modelo.

Entre as principais novidades do Galaxy Note 7, estão o leitor de íris, novas cores, tela Edge com tecnologia avançada, lápis óptico e resistência total à água.