No Brasil, o usuário de dispositivos móveis da região sudeste tem sido o principal alvo de cibercriminosos, segundo dados do Mapa de Ameaças Digitais, desenvolvido pela PSafe, somando mais de 2,1 milhões de malwares. O estado de São Paulo foi o que mais registrou ameaças, com três em cada dez ataques cibernéticos ocorridos no país.

No TOP5 da lista de estados mais visados por cibercriminosos no mês aparecem, ainda, o Rio de Janeiro, com mais de 490 mil malwares bloqueados, Minas Gerais, com 378 mil ameaças combatidas, Bahia, com 306 mil malwares encontrados, e Pernambuco, com mais de 243 mil.

 

Estado

Ameaças

São Paulo

1.204.337

Rio de Janeiro

490.202

Minas Gerais

378.280

Bahia

306.729

Pernambuco

243.462

Paraná

214.924

Rio Grande do Sul

180.544

Piauí

163.084

Pará

130.985

Goiás

118.793

 

A região Nordeste aparece logo na sequência, com mais de 1 milhão de ameaças cibernéticas identificadas e bloqueadas pela PSafe, bem à frente do Sul, Centro-Oeste e Norte.

 

Região

Ameaças

Percentual

Sudeste

2,149 milhões

48%

Nordeste

1,179 milhão

26,5%

Sul

513 mil

11,5%

Norte

309 mil

7%

Centro-Oeste

308 mil

7%

 

De acordo com o mapeamento, no mês de maio, foram bloqueados no país mais de 2,8 milhões de trojans, que são uma porta de entrada para uma série de outras ameaças mais sérias à segurança do usuário de dispositivos conectados, seguido de pouco mais de 869 mil propagandas maliciosas (adwares).

 

Tipo de malware

Ameaças

Trojan

2.863.138

Adware

869.093

Riskware

441.261

PUA

133.247

Other

53.969

Pack

46.575

Plugin

45.158

Tool

4.112

Backdoor

1.475

Exploit

1.180

Hacktool

595

Monitor

245

 

Ameças para ataques cibernéticos no Brasil em números

“O brasileiro é um apaixonado por smartphones e outros dispositivos móveis. Recentemente, o número de pessoas que usam a internet por meio desses devices ultrapassou a marca de 72 milhões. Esta paixão, é claro, faz com que hackers e crackers tenham identificado os dispositivos móveis como uma grande oportunidade para roubar dados e aplicar outros golpes e crimes. Para se ter uma ideia, todos os dias o PSafe Total bloqueia mais de 500 mil páginas infectadas e mais de 130 mil ameaças de malwares, números que mostram a importância de se criar no Brasil uma cultura de segurança virtual com a manutenção de dispositivos seguros”, afirma Marco DeMello, CEO da PSafe.

Os dados do Mapa de Ameaças Digitais do Brasil foram coletados a partir das tentativas de ataques barradas pelo aplicativo PSafe TOTAL, assistente virtual de segurança e performance para smartphones com sistema operacional Android, que possui mais de 75 milhões de downloads e 21 milhões de usuários ativos.