hackers
hackers erro de digitação impediu hackers de roubar bilhões
Flickr Federal Reserve/The Verge

Um erro de ortografia impediu que hackers assaltassem cerca de US$ 1bilhão do Bangladesh Central Bank na primeira semana de Fevereiro. Ao invadir o sistema do banco, hackers se passaram por ONGs e roubaram suas credenciais para transferências de pagamento com solicitações para entidades das Filipinas e do Sri Lanka, revelam os funcionários do Banco.

O objetivo dos hackers era que o alto valor caísse em contas falsas com o nome de fundações, mas ao digitar “Foundation”, os hackers erraram feio em trocar a palavra correta por “fandation”, o que fez com que os funcionários do banco percebessem o erro de ortografia no processo de transferência de pagamentos, que foi impedido imediatamente.





Os Hackers usaram nomes como “Shalika Foundation”, que situava em Sri Lanka para a transferência dos valores. Segundo autoridades locais, não existe nenhuma ONG com o nome descrito.

Dinheiro recuperado, ou quase isso

O Banco afirmou que recuperou parte do dinheiro que foi levado pelos invasores que ainda não foram identificados. O Banco ainda revelou estar trabalhando em conjunto com Autoridades Especiais em casos de Lavagem de Dinheiro nas Filipinas, para recuperar a outra parte que foi roubada.

Ainda que o caso tenha ocorrido em Fevereiro, o Banco só liberou informações sobre o assalto nesta semana, para não comprometer com as investigações.