Começou nesta quarta-feira (16) a etapa de votação para o Prêmio Popular do European Inventor Award 2018. Pessoas de todo o mundo estão convidadas a votar em seu inventor favorito ou equipe de inventores entre os 15 finalistas indicados.

O vencedor do Prêmio Popular será anunciado pelo Escritório Europeu de Patentes (EPO) na cerimônia de premiação do European Inventor Award deste ano em Paris, em Saint-Germain-en-Laye, no dia 7 de junho. A cerimônia, em homenagem a inventores de renome da Europa e do mundo todo será transmitida ao vivo no aplicativo da Innovation TV e pela página do Facebook do EPO.

O European Inventor Award é apresentado anualmente pelo EPO em reconhecimento a inventores excepcionais, cujas invenções melhoraram a vida das pessoas em todo o mundo. Cinco categorias do Prêmio – Indústria, Pesquisa, Países não-EPO, Pequenas e Médias Empresas (PME) e Trajetória – têm seus vencedores selecionados por um júri internacional de especialistas em inovação, mas é o público quem decide quem receberá o Prêmio Popular durante a cerimônia de premiação.

Votar é fácil:

Uma votação on-line está aberta a todos até 3 de junho, neste endereço.

Todos os 15 finalistas e suas invenções são exibidos no site do EPO para o público escolher seu favorito. Todos os eleitores participantes também participarão de um concurso que lhes dá a chance de ganhar um gadget de tecnologia inovadora: este ano, os eleitores podem ganhar um dos 25 bloqueios de bicicleta inteligente I Lock IT operados via tecnologia Bluetooth de baixa energia. Um voto pode ser emitido a cada 24 horas até a data de encerramento.

Os finalistas deste ano vêm de 13 países: Brasil, Canadá, Dinamarca, França, Alemanha, Irlanda, Holanda, Polônia, Rússia, Suécia, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos. Eles incluem seis mulheres inventoras – quatro das quais são as inventoras líderes- tornando este ano o mais forte para as mulheres inventoras desde que o European Inventor Award foi lançado, em 2006.

15 destacados inventores e equipes disputando o Prêmio Popular

Na categoria Países não-EPO, os finalistas que disputam o voto do público melhoraram o estado da arte em geração de energia limpa, tecnologia de realidade aumentada e gerenciamento de doenças cardíacas: Stephen Dewar (Canadá), Philip Watts (EUA / Canadá) e Frank Fish (EUA) patentearam lâminas de turbinas eólicas eficientes inspiradas nas baleias; o inventor e engenheiro de software brasileiro Alex Kipman desenvolveu óculos de dados de “realidade mista” conhecidos como Microsoft HoloLens; e o engenheiro químico e inventor americano Esther Sans Takeuchi aperfeiçoou baterias compactas de longa duração que acionam pequenos desfibriladores cardíacos implantáveis (ICDs).

Hololens european inventor award 2018
Desenvolvido por Brasileiro, o Hololens é a mais avançada tecnologia já criada pela Microsoft até hoje.

Na categoria Indústria, os finalistas que concorrem ao European Inventor Award 2018 incluem áreas como semicondutores, brinquedos para construção e transporte: o engenheiro holandês Erik Loopstra e o físico holandês-russo Vadim Banine e sua equipe inventaram uma tecnologia de fabricação de microchips de última geração; uma equipe dinamarquesa, incluindo Gaute Munch e Erik Hansen, criou kits de construção de robôs LEGO® programáveis; e os especialistas franceses Agnès Poulbot e Jacques Barraud † desenvolveram pneus de autorregeneração para veículos pesados.

Na categoria Pesquisa, os candidatos ao Prêmio Popular impactaram o diagnóstico médico, a medicina restauradora e a bioquímica: o biofísico alemão Jens Frahm fez contribuições pioneiras que trouxeram a ressonância magnética (RM) à prática clínica; a equipe de marido e esposa de pesquisadores britânicos Eileen Ingham e John Fisher CBE inventaram “andaimes biológicos” que melhoraram os resultados dos pacientes na medicina regenerativa; e uma equipe polonesa, incluindo Jacek Jemielity, Joanna Kowalska e Edward Darżynkiewicz, criaram compostos de ácido ribonucléico mensageiro (mRNA) estáveis, abrindo novas abordagens para o tratamento do câncer.

Na categoria Pequenas e Médias Empresas (PMEs), os candidatos foram pioneiros em chuveiros de conservação de água, adesivos multifuncionais e fibras sintéticas de última geração: o designer industrial sueco Mehrdad Mahdjoubi inventou uma ducha de ciclo fechado que preserva recursos, originalmente desenvolvida para o programa espacial da NASA; a designer de produtos irlandesa Jane ní Dhulchaointigh e sua equipe formularam uma cola multiuso que pode reparar e personalizar objetos do dia-a-dia; e o bioquímico alemão Thomas Scheibel desenvolveu uma nova fibra ultra-forte baseada em seda artificial de aranha.

E finalmente, na categoria Trajetória, os finalistas são: a física suíça Ursula Keller, que desenvolveu a tecnologia líder por trás de lasers ultrarrápidos em numerosas aplicações industriais e médicas; o prolífico inventor francês e empreendedor Jacques Lewiner, que tem centenas de invenções em seu nome, incluindo alarmes de fumaça, sensores médicos e conexões de internet; e o pioneiro da energia eólica dinamarquesa Henrik Stiesdal, que construiu um legado de contribuições para o projeto de pás e turbinas eólicas e energia verde.

Sobre a EPO, criadora da European Inventor Award 2018

Com cerca de 7.000 funcionários, o Escritório Europeu de Patentes (EPO) é uma das maiores instituições de serviço público da Europa. Sediada em Munique, com escritórios em Berlim, Bruxelas, Haia e Viena, o EPO foi fundado com o objetivo de fortalecer a cooperação em patentes na Europa. Por meio do procedimento centralizado de concessão de patentes do EPO, os inventores podem obter proteção de patentes de alta qualidade em até 44 países, cobrindo um mercado de cerca de 700 milhões de pessoas. O EPO também é a principal autoridade mundial em informações de patentes e busca de patentes.

Mais informações sobre o Prêmio Popular estão disponíveis em: https://popular-prize.epo.org/