O Tumblr anunciou em dezembro de 2018 que iria banir todo o seu conteúdo pornográfico da plataforma, gerando certo repulso de grande parte dos usuários, refletindo também nos acessos do serviço já em janeiro de 2019.

Segundo dados do SimilarWeb – serviço que coleta dados de websites – o Tumblr registrou uma queda de cerca de 30% nos acessos entre os meses de dezembro de 2018 e fevereiro de 2019.

Tumblr tumblr
Imagem: Reprodução SimilarWeb

Não está claro se a queda no número de usuários está diretamente relacionada ao fato da exclusão de conteúdos pornográficos na plataforma. Para alguns usuários, a medida não foi tão dura como anunciada, uma vez que a pornografia continua em peso no Tumblr e em perfis privados denominados como “explícitos”.

Entretanto, para um usuário entrevistado pelo TecStudio e que usa o serviço para publicar e interagir com conteúdos adultos, o Tumblr errou ao comunicar a exclusão e proibição do conteúdo na plataforma.

“Erraram ao anunciar uma proibição dura e completa. Muita gente usa o Tumblr para conteúdos explícitos. Bastava apenas anunciar uma configuração de bloqueio dos perfis para pessoas de maior idade.”

Entenda a polêmica que levou à decisão do Tumblr

O anúncio da nova política surgiu poucos dias depois que o Tumblr foi removido da App Store, por causa de um incidente de pornografia infantil. “O conteúdo adulto não será mais permitido aqui”, afirmou a empresa em um post publicado nesta segunda-feira.

Alguns usuários estavam utilizando a plataforma para compartilhar vídeos de pedofilia e pornografia infantil, burlando filtros e sistemas da plataforma para impedirem esse tipo de conteúdo.

A empresa não se pronunciou sobre o fato de permitir perfis explícitos e também por não apagar todos os conteúdos pornográficos da plataforma.