O Hololens, óculos de realidade aumentada da Microsoft que utiliza Hologramas agora possui um Hands-on feito pelo Windows Central. O dispositivo, que começou a ser enviado para desenvolvedores ontem, no mesmo dia do Keynote da Build 2016 que apresentou diversas melhorias para o Windows 10 – recebeu diversas melhorias.

O Hololens agora conta com novos botões físicos, o que pode facilitar para o usuário na hora de trocar o ‘dedo’ por botões. Além disso, o dispositivo tem um novo processador Intel mais potente do que o anterior.

Totalmente independente

Na versão do Hololens, apresentada em 2015, os usuários precisavam de um dispositivo disponibilizado pela Microsoft para medir a distância ocular dos olhos. Ou seja, todas às vezes que utilizasse o Hololens, a Microsoft teria que medir o globo ocular para calcular informações antes de utilizar o dispositivo. No entanto, a empresa havia prometido que isso seria temporário, e que o Hololens ganharia esta função automaticamente, assim que colocado no rosto, o que de fato aconteceu. Agora, com a nova versão, o Hololens é incrivelmente capaz de medir a distância ocular, e diversos dados sobre seus olhos automaticamente para funcionar bem.

Hands-on do Hololens e um futuro estranho

Quando colocamos no título desta matéria que o Hololens pode te assustar um pouco, não estávamos sendo sensacionalistas. No vídeo, em que Daniel Rubino, editor do Windows Central testou o Hololens na Build 2016, podemos identificar dezenas de pessoas utilizando o Hololens e fazendo movimentos com os dedos e que lembra muito o famoso bordão “Isso, isso, isso” do Chaves, o que sugere um futuro muito estranho a par de ‘dedadas como cliques’ surgindo em todos os lugares. Imagine pessoas andando pelas ruas com o Hololens e fazendo movimentos de dedos para todos os lados, é assustador!

O que de fato devemos pensar, é que o Hololens chegou para apresentar um futuro extremamente impressionante, e que o assustador movimento dos dedos em sincronia, não deve ser levado como um ponto negativo, e sim como uma evolução.

Interação entre usuários

A nova versão do Hololens apresenta também uma função que até então, era restrita apenas nas apresentações da Microsoft, e que chegou junto a versão apra desenvolvedores, que vai agradar e muito seus usuários; Agora, é possível que todos ‘brinquem’ junto com o novo dispositivo. Mas o que significa isso? Se você, seu amigo, sua mãe, seu pai, irmã e o seu cachorro tem um Hololens, vocês poderão compartilhar o mesmo cenário, os mesmos objetos, tudo em tempo real, e ainda será possível ver a outra pessoa em forma de avatar, caso ela esteja em outro lugar.

Com isso, o dispositivo abre portas para um mundo de soluções. Imagine dois engenheiros trabalhando, projetando um motor com a ajuda de um Hololens, e então um engenheiro utiliza os dedos para mover a peça para o outro engenheiro que está do outro lado da mesa, e assim, em tempo real, poderão trabalhar em sincronia no mesmo objeto.

Para entender, temos um vídeo abaixo que mostra o brasileiro Alex Kipman (um dos responsáveis pela criação do Hololens, foi também o criador do Kinect) demonstrando a experiência.