Microsoft

A Microsoft liberou ontem uma carta aberta para seus funcionários internos, através de e-mail explicando o que acontecerá com seu setor de Smartphones. Ao publica-la, muitos sites como o próprio TecStudio, publicaram algumas das partes desta carta, o que causou confusão e mal entendimento para os usuários da Microsoft, e até mesmo para a redação de diversos sites.

Primeiramente, pedimos desculpas aos nossos usuários, por que fomos um dos sites a publicar trechos da carta através de fontes externas, como o GizModo sem analisar o caso por completo, o que causou revolta por parte de nossos leitores.

Entenda o que acontecerá com a Microsoft Mobile

Na notícia publicada ontem (25-05), alertamos ao usuários que a Microsoft estaria desistindo do mercado de smartphones, o que de fato acontecerá, mas provisoriamente. A Microsoft não vai mais lançar aparelhos Lumias, e essa foi a real conjuntura nos trechos publicados por Terry Myerson, vice-presidente da divisão Windows e Dispositivos.

A maioria dos sites, inclusive o TecStudio, publicaram que a Microsoft havia desistido de lançar Smartphones da linha Surface e Lumia; Outro erro gravíssimo por parte de nosso editorial; O que de fato acontecerá, é que, segundo Terry Myerson, a Microsoft fará uma pausa para que possa trabalhar arduamente em hardware de Smartphones, o que sugere que a Microsoft vai trabalhar em aparelhos da linha Surface.

Em outro trecho, a Microsoft afirma que o foco estará em “abraçar outras plataformas móveis”, como iOS e Android, pois “independentemente da escolha de celular de uma pessoa, queremos que todos sejam capazes de experimentar o que a Microsoft tem para lhes oferecer”. – o que não é nenhuma novidade, já que a empresa tem um ‘carinho’ especial para todas as outras plataformas, mostrando comprometimento com seus usuários.

O que seria da Microsoft fora de um mercado aquecido?

Mesmo com todos os prejuízos da linha Lumia, a Microsoft quer se renovar. O Surface Phone pode abrir portas para o sucesso, assim como a linha de tablets. Uma das coisas que devemos pensar é que, uma empresa que tem o maior número de usuários para computadores pessoais, não pode se desfazer do mercado de celulares, isso seria um tiro no pé para o futuro, possivelmente com o Continuum, recurso que transforma um Smartphone em um computador.

“A microsoft dará um pausa, mas ela está completamente viva no mercado de smartphones – assim como o windows 10 mobile.”

É com essa frase que terminamos; novamente pedimos desculpas pelo ocorrido e faremos o possível para evitar fontes que causem títulos sensacionalistas.

8