Microsoft lança o #EuPossoProgramar

Hoje é o Dia Internacional da Mulher e a Microsoft Brasil não quer que essa data passe em branco.

A gigante de Redmond em solos brasileiros, lançou hoje a campanha “Eu posso Programar para Meninas” que tem como objetivo dar a oportunidade para mulheres que querem entrar no mercado de TI com a programação.

Microsoft mulheres! microsoft diz que é hora de programar

As participantes vão entrar em contato com o conteúdo de nível básico que é oferecido no site, chamado de “Hora do Código”, uma parceria da Microsoft com a ONG Code.org. Os exercícios da edição feminina do programa são feitos com a ambientação de dois títulos bastante conhecidos: Minecraft – que explora a imaginação com o uso de blocos dinâmicos – e Frozen, animação da Walt Disney que narra as aventuras da princesa Anna.  Dessa forma, o aprendizado é intuitivo e agradável para as jovens.

Após a conclusão das aulas, as garotas recebem um certificado validado pela Code.org e pela Microsoft. Cada uma das futuras programadoras poderá então postar nas redes sociais a imagem do certificado com as hashtags #Eupossoprogramar e #Meninaspodemprogramar e desafiar quatro amigas a participar do curso. “A ideia é viralizar a campanha e agregar o maior número de pessoas”, afirma Kátia Gianone, diretora de Comunicação e Cidadania Corporativa da Microsoft Brasil.

Para Kátia, um dos objetivos da campanha “é proporcionar um conhecimento técnico para meninas e jovens mulheres, dando-lhes uma base para se tornarem desenvolvedoras de soluções aplicáveis em diferentes contextos, tanto de negócios quanto sociais, com o objetivo de criar oportunidades de empregabilidade e empreendedorismo”. Kátia ressalta também que “a ação é importante no sentido de buscar mais espaço para as mulheres nesse mercado de trabalho de TI”. – Revela publicação feita pelo Windows Team.

Para participar do programa, você precisá se cadastrar do dia 08 de março ao dia 28 de abril o site do programa, em www.eupossoprogramar.com.

O programa tem como parceiros o Code.org, MTV e ComunidadIT.