Nokia

A Nokia anunciou na MWC 2016 diversos novos produtos no evento que antecipa o início da feira. Em apresentação transmitida pela internet neste domingo, 21, o CEO da companhia, Rajeev Suri, destacou a aposta em internet das coisas e na rede 5G como segmentos prioritários para garantir o crescimento do grupo nos próximos anos.

Segundo ele, a internet das coisas (IoT) é um mercado que dobrou de tamanho em tão pouco tempo, desde o início do processo de aquisição da Alcatel-Lucente pela Nokia no ano passado. O executivo anunciou um fundo de investimento dedicado à IoT. O fundo terá US$ 350 milhões e será administrado pelo braço de capital da risco do grupo, o Nokia Growth Partners.

Mercado de smartphones

Ainda no evento da MWC, o CEO da Nokia, Rajeev Suri revelou o inesperado para muitos, que a Nokia vai realmente voltar ao mercado de smartphones. O CEO não revelou nenhum detalhe, apenas destacou que para isso ser possível a empresa vai depender de parcerias, ou seja, uma forma de “empréstimo” da marca para que outras empresas fabriquem seus telefones, já que a Nokia não é mais proprietária de fábricas desde que a Microsoft adquiriu o setor Mobile da empresa, que custou cerca de US$7.2 bilhões.

“Não há um cronograma, não estamos com pressa. Pode acontecer em 2016, pode acontecer depois.”

Ainda que a forma de parcerias seja promissora, isto não garante a mesma qualidade Nokia em smartphones, já que a empresa vai terceirizar a produção de seus smartphones.

Ainda sim, é muito importante que a Nokia volte ao setor de smartphones, seja ela utilizando Android ou Windows 10 Mobile.

Acredita-se que a empresa vai utilizar Android como seu sistema padrão.

O que você acha da volta da Nokia ao setor de smartphones? Comente abaixo, queremos saber sua opinião!