Comprar um telefone usado pode ser uma alternativa aos preços elevados praticados por smartphones no Brasil, principalmente quando falamos sobre telefones de linha Premium.

Para comprar “semi-novos”, é necessário ficar bastante atento em dicas importantes que podem transformar sua negociação em um bom negócio. Pensando nisso, vamos listar 5 dicas importantes para que você possa levar em consideração ao comprar telefones usados.

Garanta uma avaliação do telefone pessoalmente

Se você vai comprar um telefone usado, o ideal é que você tenha contato com o mesmo. Identificar se o aparelho possui marcas de uso, arranhões e trincos é primordial para adquirir um produto e se sentir à vontade com ele.

comprar um telefone usado
Peça ao vendedor para fazer uma análise completa do smartphone antes de fechar o negócio.

As pessoas honestas devem tirar fotos adequadamente e denuncia todos os danos no telefone quando fazem um anúncio na internet, mas se você estiver comprando um telefone usado de um vendedor local, você deve exigir uma inspeção completa antes de fechar o negócio.

Mas atente-se; se você não conhece seu vendedor, procure um local público e certifique-se de ter o tempo e local seguro para examinar o dispositivo completamente.

Vá além e procure sites que pretejam seu dinheiro

Muita gente tem certo medo de adquirir produtos em sites da internet. Acontece que, diferente do que muitos podem pensar, os sites acabam sendo a melhor opção para comprar eletrônicos usados, especialmente falando de smartphones.

O Mercado Livre, por exemplo, é referência em venda de usados. No site, ao adquirir um produto, você fica seguro por até 20 dias caso a compra seja efetuada via Mercado Pago.

É bem simples adquirir produtos via Mercado Pago; basta comprar via cartão de crédito e/ou boleto dentro do Mercado Livre, e nunca fazer compras via depósito bancário. Seguindo esta regra, você garante a proteção do seu dinheiro e, caso o produto venha avariado, diferente do descrito ou não seja enviado, o Mercado Livre devolve seu dinheiro sem burocracia.

Mas e se eu não gostar do telefone, mesmo que ele venha como descrito?

Está no Código de Defesa do Consumidor, mais precisamente no artigo Art. 49. “O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio.”

Esta regra vale independentemente se o produto é novo ou usado, caso seja comprado via internet.

Seja paciente e controle a ansiedade

Pesquise, questione, insista, mas não deixe para comprar o primeiro telefone que aparecer no anúncio de algum site ou rede social.

A regra é clara! Smartphones mais feios consequentemente serão os mais baratos, no entanto, sempre haverá um “doido” desesperado querendo vender um telefone com aparência de “novo” a preço de banana, por necessidade ou falta de conhecimento da cotação de preços para o produto.

Uma rápida pesquisa já nos levou para um Galaxy S7 Black Piano, vendido por R$ 1380,00 no Mercado Livre. Mas, na maioria das vezes, esse produto usado é encontrado por valores próximos de R$ 2000.

Por isso, tenha paciência e espere. Caso aquele produto almejado ainda não tenha caído de preço, negocie com o vendedor. Arrisque descontos, mas sempre fuja do “desconto só no depósito bancário”.

Programe-se antes de comprar

Antes de adquirir um smartphone usado, pesquise os detalhes minuciosos que poderão fazer você perder horas em uma loja física de operadora, caso compre o telefone sem conhecimento prévio.

Procure saber qual porta para chip seu futuro aparelho utiliza. Atualmente, a maioria das fabricantes estão utilizando Micro SIM, portanto, se você vai adquirir um telefone fabricado recententemente, faça já sua portabilidade para um chip Micro SIM, caso o seu não seja um. O chip novo custa algo em torno de R$ 10,00 e a portabilidade é gratuita.

Invista em película e capinhas. Um telefone usado já gerou desgaste suficiente para que o vidro da tela comece a arranhar facilmente com qualquer batida. Com a economia de comprar um telefone usado, você ainda vai gastar pouco com a “estrutura” de proteção de seu telefone e evitar imprevistos.

Faça um seguro de assistência técnica e contra furtos

Provavelmente seu futuro telefone usado pode não ter garantia do fabricante, uma vez que, muitos são vendidos após 1 ano de uso, ou o vendedor não tem mais a nota fiscal.

Com isso você terá que se arriscar e conviver com todos os riscos de presenciar um defeito de fábrica em seu Smartphone, sem se quer ter a quem recorrer por direito.

Ao fazer um seguro, você poderá garantir ressarcimento em caso de furtos e até assistência técnica por danos naturais, que acontecem sem que haja interferência do utilizador.

Existem seguros que cobrem até mesmo danos causados por mal uso, mas estes são mais caros e muitas vezes não fazem valer a pena o preço pago por um telefone usado.

Seguiu as dicas de Como comprar um telefone usado?

Utilize os comentários abaixo para falar sobre sua experiência. Assim, você pode até dar dicas para quem estiver planejando economizar e adquirir um produto semi-novo.

Demonstre uma reação nesta publicação
Curti Amei Haha Uau! Triste Grr!
COMPARTILHAR
Técnico em Informática e fundador do TecStudio. Apaixonado por Astronomia, Ciência, Tecnologia, Games, Séries, Cinema, Música e salada, com muito tomate, alface e brócolis.