A Apple apresentou os novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus no início do mês, e iniciou às vendas oficiais de seus novos smartphones nesta última semana, e já tem usuários reclamando de problemas aparentemente crônicos no iPhone 7 Plus.

Segundo usuários que adquiriram o smartphone, o aparelho emite, sequencialmente, ruídos em seus alto-faltantes estéreo. O problema foi relatado inicialmente por Stephen Hackett, do blog 512 Pixels, e em seguida, vários usuários também confirmaram que seus aparelhos passam pelo mesmo problema.

Aproveitando a leva de reclamações, até mesmo o ex-funcionário da Apple, Darrell Etherington reclamou do problema.


No momento, não está claro se os ruídos são em todos os iPhone 7 Plus vendidos recentemente, ou apenas em lotes defeituosos. A Apple ainda não está tomando quaisquer providência em massa, mas segundo o ex-funcionário da empresa que relatou o problema, ao ligar para o serviço de reparos da Apple, ele foi imediatamente orientado à trocar o seu telefone em uma Apple Store mais próxima.

O principal causador dos ruídos no iPhone 7 Plus pode ser o processador

Os novos iPhones trazem um novo processador extremamente potente, e isso levou a alguns usuários pensarem em teorias que levem ao principal causador do problema de ruídos no iPhone 7 Plus.

O iPhone 7 Plus é um telefone incrível, em termos de poder de processamento puro, nada chega perto. Sua pontuação no Google Octane V2 (que mede a rapidez de um processador utilizando JavaScript) é quase oito vezes maior do que o processador do Samsung Galaxy S7, concorrente direto com os novos smartphones da Apple. O A10 Fusion, é um processador equivalente a um motor de uma Ferrari, reduzido em um smartphone. E é, exatamente por esse poder de fogo, que usuários estão culpando o processador pelos ruídos gerados pelo smartphone. Segundo estes usuários, o iPhone 7 Plus começa a emitir ruídos quando chega ao poder máximo de processamento.

O blog 9to5mac sugere que poderia ser algum problema no sistema de arrefecimento, ao refrigerar o processador após o aquecimento, enquanto outros suspeitam que o defeito seja um “Coil Whine“, nome dado ao barulho causado por algumas bobinas em computadores e eletrônicos.

Enquanto a Apple não se posicionar sobre o assunto, não saberemos se o problema é um defeito de lotes do iPhone 7 Plus. Ainda não há reclamações do problema nos modelos mais ‘básicos’ dos novos iPhones.

Novidades no mercado e seus problemas crônicos que motivaram em recall ‘assustadores’

Nas últimas semanas, a Samsung iniciou o recall de todas as unidades vendidas do Galaxy Note 7 em todos os países ‘consagrados’ com o início das vendas do smartphone. Segundo usuários, os aparelhos simplesmente explodem, devido a um problema na bateria. Companhias aéreas da Austrália proibiram que seus clientes entrem com o telefone ativo em voos. No EUA, a justiça proibiu à venda do novo aparelho da Samsung em todo o território Americano por tempo indeterminado.

A Apple também já passou por situações em que teve de fazer recall em unidades do iPhone 5, e só descobriu o problema dois anos após o início das vendas. Usuários reclamavam que a bateria do iPhone 5 estufava e trincava à tela do aparelho, ou “empurrava” à tela para frente.

A Justiça do EUA determinou que todos os aparelhos com o problema, mesmo fora do prazo de garantia, fossem substituídos por aparelhos novos. A Apple só descobriu o problema, por que um usuário processou à empresa.