O YouTube aderiu à luta contra a desinformação. Segundo nota divulgada pela companhia Alphabet, o site de vídeos mais popular do mundo vai parar de recomendar conteúdo com teorias irracionais como a dos terra planistas, que pode ser desamartelada com uma simples explicação sobre a gravidade e até trajetos aéreos continentais.

A teoria da terra plana é uma das que mais fazem sucesso na plataforma. Mesmo colocando em xeque evidências, fatos científicos e a física, a teoria dos terra planistas ganhou adeptos do mundo inteiro, que questionam o fato de a terra ser redonda e insistem em dizer que ela é plana e que há um “domo” que evita a passagem de aeronaves e artefatos ao espaço.

Segundo o YouTube, “[…] com esse objetivo (acabar com as recomendações teóricas sem embasamento científico), começaremos a reduzir as recomendações de conteúdo que estejam no limite e conteúdos que possam desinformar os usuários de forma prejudicial”.


Começaremos a reduzir as recomendações de conteúdo que estejam no limite

O YouTube ainda explicou quais são esses vídeos que devem perder espaço na plataforma;


Vídeos que promovem uma cura milagrosa falsa para uma doença grave, afirmam que a Terra é plana, ou fazem afirmações descaradamente falsas sobre eventos históricos, como o 11/9”, exemplificou.

Com a mudança, a rede deve ficar mais segura para crianças e jovens propensos a teorias da conspiração. Idosos também devem se beneficiar, uma vez que são um dos públicos que mais caem em vídeos de “cura milagrosa”.