A relação entre a Microsoft e o Linux vem se tornando cada vez mais próxima. A companhia dona do sistema fechado mais popular do mundo, parece muito apaixonada com os recursos do mais popular sistema aberto, o Linux. Essa paixão pode ir além de terminais e o OpenSSH nativo no Windows 10, isso por que a Microsoft já está testando um kernel do Linux diretamente em seu sistema.

“Começando com os Insiders nesta nova versão, incluiremos um kernel Linux customizado para suportar a versão mais recente do Windows Subsystem para Linux (WSL)”, explica o gerente do programa da Microsoft, Jack Hammons . “O kernel em si será inicialmente baseado na versão 4.19, a mais recente versão estável de longo prazo do Linux […]”.

A atualização vai trazer novas ferramentas para a Windows Store, além de mudar drasticamente o desempenho em aplicações baseadas em Linux, o que vai ajudar muito os desenvolvedores e criar um ambiente cada vez mais fluído e recheado de recursos.

É esperado que o kernel seja lançado em uma futura versão oficial do Windows, ainda neste ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui