Você que acompanha o mundo da Tecnologia desde os primórdios da existência dos computadores já deve ter ouvido falar sobre Pendrivers que queimavam máquinas ao serem injetados. A maioria dessas historinhas eram contadas com a presença de vírus que passavam do Pendrive para o computador e acabam com todos os componentes possíveis, mas na prática, isso nunca existiu, quer dizer, não até nos tempos atuais.

A USB Kill chegou para apresentar o primeiro pendrive Assassino vendido comercialmente no mundo. A startup chinesa não poupou esforças na hora de inovar em um produto diferente no mercado, e decidiu criar algo revolucionário; O pendrive que mata computadores e Notebooks.

A empresa deixa claro que o produto é destinado para desenvolvedores, engenheiros e pessoas especializadas em segurança, uma vez que, quando você necessariamente precisar proteger seus dados em um computador que esteja funcionando, basta plugar o pendrive assassino e o computador não ligará mais, tornando inviável o acesso aos dados, até que o HD seja reposto em outra máquina.

Segundo a USB Kill, o pendrive tem eficácia para destruir 95% dos aparelhos eletrônicos com entrada USB no mercado.

Pré-venda e preços

Acredite se quiser; a pré-venda do pendrive assassino é liberada para o público e já começou. Os preços são de US$ 56 (R$ 181) para o pendrive e US$ 16 (R$ 51) para um produto de teste, que analisa se o seu pendrive assassino está realmente funcionando. O pagamento pode ser feito através de cartão de crédito e Paypal.

Para os mais engraçadinhos, é melhor não comprar o USB Kill para fazer brincadeiras e destruir o computador Gamer de um amigo; Se por um acaso você destruir a GTX 1080 de um amigo, vai ter que ralar dia a noite para bancar o valor do conserto ou de uma outra placa nova.

O USB Kill pode destruir vários componentes do computador, como o processador, chip de vídeo e vários outras, devido a sobrecarga imposta sobre estes componentes. Ainda não há relatos sobre HDs que tenham sido danificados em função do pendrive da USB Kill.