A manhã desta segunda-feira 25 de julho, já começou agitada no mercado financeiro. A Verizon, operadora de Telefonia Móvel Americana, anunciou a compra do Yahoo, por US$ 4,83 bilhões, algo próximo de R$15,69 bilhões na cotação do dólar para hoje.

O gigante da internet, Yahoo, sofreu um grande declínio financeiro nos últimos anos. A empresa teve queda em suas receitas e dúvidas de investidores, sendo cogitado até mesmo a troca massiva de diretores e equipes da companhia.

Com prejuízo bilionário de US$ 4,4 bilhões em 2015, segundo o EXAME.com, a companhia demitiu 1.200 pessoas só no último trimestre.

Em março deste ano, surgiram rumores de que a Microsoft estaria negociando à compra do Yahoo, mas posteriormente, a empresa anunciou a compra da rede social corporativa, LinkedIn por US$ 26,2 bilhões.

Verizon verizon anuncia compra do yahoo por us$ 4,83 bilhões
FILE – In this Nov. 5, 2014, file photo, a person walks in front of a Yahoo sign at the company’s headquarters in Sunnyvale, Calif. Yahoo announced Wednesday, March 2, 2016, that the company is adding a new component to its Sports vertical: competitive video gaming. Yahoo said that Esports will offer video coverage of live tournaments, including expert commentary and interviews with top players. Esports will also include articles, scores, team rosters, schedules, player rankings, calendars and statistics. (AP Photo/Marcio Jose Sanchez, File)

O futuro do Yahoo nas mãos da Verizon

A aquisição do Yahoo colocará a Verizon em uma posição altamente competitiva como uma companhia de mídia móvel global, e ajudará a acelerar nossa corrente de receita digital com publicidade”, afirmou Lowell McAdam, presidente-executivo da Verizon e presidente do conselho.

É a segunda compra bilionária feita pela Verizon neste ano. Em maio do ano passado, a empresa adquiriu a AOL por US$ 4,4 bilhões. Dentro da Verizon, Yahoo e AOL serão integrados e ficarão sob a liderança de Marni Walden, presidente de inovação de produto e novos negócios.

“Yahoo e AOL popularizaram a internet, o e-mail, a busca e a mídia em tempo real. É poético juntar forças ao AOL e a Verizon à medida que entramos nesse novo capítulo focados em atingir escala e mobilidade”, comentou Marisa, que mencionou ainda a receita de US$ 1,6 bilhão de 2015.

A aquisição deve ser concluída em 2017.

1