Xbox One S
Imagem: Windows Central

A Microsoft anunciou recentemente em sua conferência na E3 2016, seu mais novo e compacto console, o Xbox One S. O novo vídeo-game da Gigante de Redmond tem um preço digno e um tamanho especial, já que nele foram reduzidos 40% em relação ao tamanho do Xbox One comum.

Segundo dados de varejistas, o novo console teve uma “explosão” de procura ainda na pré-venda, o que agradou e muito os empresários que querem revender o console da Microsoft. O modelo mais adquirido na pré-venda do EUA é o de 2TB de armazenamento, que custa US$ 399 (algo em torno de R$ 1.300 na atual cotação do dólar).

“Certamente vai fazer o novo console Xbox One um de nossos produtos mais procurados quando lançar em um futuro próximo”, afirmou o vice-presidente sênior de merchandising da GameStop, Bob Puzon, que ressalta uma empolgante espera pelas vendas do console.

Entre as novidades do Xbox One S, além de mais fino e menor, estão também o upgrade de memória interna do console, que antes era de até 1 TB e agora apresenta versões de até 2 TB. Por questões de ergonomia, a Microsoft incluiu também uma porta USB na parte frontal do Xbox One S, algo que havia sido removido no sucessor do Xbox 360, o One.

Xbox One S xbox one s tem pré-venda aquecida e empolga varejistas
Imagem: Reprodução Microsoft

O novo console da Microsoft tem também o suporte para a Ultra definição, o 4K – não para jogos, mas para filmes e entretenimento no vídeo-game. Para jogos, a novidade é o modo HDR, que trará cores mais vivas e imagens cada vez mais impressionantes.

Disponibilidade no Brasil

De acordo com o chefe da divisão Xbox, Phil Spencer, ainda deve levar algum tempo para começar a produção local, “mas não vejo razões para não acontecer”, completa, em entrevista ao UOL Jogos. O empecilho é a instabilidade econômica atual, e embora Spencer tenha afirmado que “para ser honesto, não sei responder sobre a fabricação do Xbox One S no Brasil”, deixou claro que o Brasil está nos planos da companhia.

“Tivemos mudanças de preços da Live no Brasil e temos problemas com o mercado cinza, mas nosso plano de sucesso é de longo prazo e a produção local do Xbox é parte disso, assim como nossa participação no Brasil Game Show.”