Google

Um relatório do jornal norte-americano Washington Post relata que o Google pode ter criado empresas de fechada para recolher incentivos fiscais de até US$ 10 milhões e também para comprar terras.

Segundo a reportagem, essas empresas teriam o nome de “Sharka LLC” e
“Jet Stream LLC”. A primeira delas, a Sharka, recebeu incentivos do governo dos Estados Unidos para instalar um data center em Midlothian, cidade localizada do estado do Texas.

Já a segunda empresa, a Jet Strem, pode ter sido usada para comprar terrenos de forma “silenciosa”.

Ainda de acordo com o jornal, a companhia mudou o endereço para a sede do Google após a conclusão dos acordos.

“Estou confiante de que se a comunidade soubesse que este projeto estava sob a direção do Google, as pessoas teriam falado […] mas nós nunca tivemos oportunidade de falar”, disse Travis Smith, editor-chefe do Waxahachie Daily Light.

“Nós não sabíamos que era o Google até depois que ele mudou o endereço.”

Depois que o acordo foi concluído, a Sharka, primeira empresa citada, mudou seu endereço principal para o da sede do Google em Mountain View, Califórnia.

Google google
Imagem: Reprodução DataCenterDynamics – Datacenter da “Sharka” e local de instalação

Google responde acusações

A gigante de buscas respondeu às acusações anexadas ao relatório do Washington Post. Segundo o Google, essas são “práticas comuns da indústria”.

“práticas comuns da indústria”

Para o diretor executivo da Good Jobs First, em contato com o The Verge, tais práticas são comuns;

“…é quase sempre um assunto secreto”